sexta-feira, 29 de julho de 2016

...




Anda tudo uma valente porcaria. Tenho mesmo de mudar a minha atitude. Deixar de me iludir, deixar de acreditar tanto nas pessoas, deixar de dar tudo de mim a quem não merece...

sábado, 23 de julho de 2016

Coisas e cenas, cenas e coisas...




Se por um lado os últimos dias se resumem a piscina, descanso e leituras, resumem-se também a aborrecimento, solidão e tristeza...

domingo, 17 de julho de 2016

Viva aos costumes e à música portuguesa!




A verdade é que a minha vida anda tão vazia que nada há para contar e por isso é que o blogue anda parado.
Os únicos acontecimentos que fugiram à rotina foram mesmo o facto de no domingo passado, depois da missa, ter ido ver o rali que passou junto a um café onde eu almoçei. Eu nem gosto muito destas coisas, mas para não ficar sozinha em casa acabei por ir. Foram todos super simpáticos comigo sempre a perguntar se eu estava bem ou queria alguma coisa. Aqui a terrinha também tem gente cinco estrelas!
E ontem fui ver o concerto do Toy numa freguesia das redondezas e também gostei muito, porque sabia as músicas todas.
Fora isso os meus dias são passados a ler, na piscina ou a ver televisão. 
O Verão passado foi completamente diferente, passava mais tempo fora de casa, mas este ano grande parte dos meus amigos está a trabalhar e outros a estudar para a segunda fase de exames. Eu também gostava de ter arranjado um trabalho, pelo menos estaria ocupada, mas a minha mãe acha que ainda sou muito nova, o que me irrita visto que são imensos os meus colegas que já trabalham durante as férias e ganham o próprio dinheiro.
Enfim, expectativas para os próximos dias: absolutamente nenhumas. 

segunda-feira, 11 de julho de 2016

PORTUGAL É CAMPEÃO EUROPEUUUU!




O jogo de ontem foi o mais emocionante de toda a minha vida!
Logo nos primeiros minutos da 1ª parte o Ronaldo sai lesionado: foi o pânico. Aliás, o homem esperou toda a sua vida por este momento e o Payet destrói parte de um sonho. Mas estava destinado. Estava destinado que finalmente era a hora de Portugal mostrar que também era grande.
O golo do Éder foi inacreditável. O jogador mais massacrado da nossa seleção foi afinal aquele que garantiu a felicidade de um país.
Na minha opinão, sem dúvida alguma que o Rui Patrício foi enorme ontem, o nosso verdadeiro salvador. E mais, tenho a certeza que todos os nossos jogadores vão ter um futuro brilhante.
Hoje somos 11 milhões de portugueses felizes e super orgulhosos!

Obrigada Portugal!

sábado, 9 de julho de 2016

A 1 dia da grande final a Mellia mostra que apoia a seleção nacional!




Eu sou apaixonada por futebol e apoio incondicionalmente a nossa seleção!
Admito que no ínicio embora tivesse esperança, nunca esperei realmente que chegassemos onde chegamos. Acho que o facto de a seleção ter empatado todos os jogos na fase de grupos nos desmotivou a todos um pouco, mas contra todas as expectativas estamos realmente na final. A conclusão a que se chega é a de que o Fernando Santos a sabia toda, visto que com a taça ou não eles só vêm para casa apenas no dia 11. Ora, como é óbvio tal como todo os portugueses eu quero que os nossos 23 fantásticos ganhem o Euro 2016 e amanhã vou estar agarrada à televisão de ínicio ao fim!
Eu acredito muito sinceramente que Portugal pode ganhar o Euro e dar uma alegria enorme a todos aqueles que esperam há 12 anos por este feito.
Tudo o que posso desejar agora é a maior das sortes aos nossos jogadores e que eles apenas deem tudo!


FORÇA PORTUGAL
"E se do outro lado estiverem 11 canhões apontados a ti... Lembra-te que do teu lado estão 11 milhões a marchar contigo"

quinta-feira, 7 de julho de 2016

...




Tenho andado bastante deprimida nos últimos dias.
Provavelmente deve-se ao facto de passar o tempo todo fechada em casa, tempo esse gasto a pensar em coisas que eu achava já estarem mais do que esquecidas...
Tenho dado por mim a desejar mudar de escola para o ano. Para bem longe de todos os parvalhões e de todas as histórias infelizes que já vivi naquele espaço...  É complicado eu mudar de escola, visto que aquela em que estou é a que fica no concelho e pelo menos as duas mais próximas são também as mais problemáticas... Mas a verdade é que eu não quero ver nenhuma das pessoas que frequentam a minha escola para o ano, não quero ver aquela gente falsa e mesquinha, preciso de distância de todos eles! 
Por um lado penso que isto não passa de uma fase e que daqui a nada já estou a desejar rever todos os meus colegas, mas parte de mim está convicta de que não é bem assim...