quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Fico de cabelos em pé!!




Juro que se há coisa que me irrita é o facto das outras pessoas não respeitarem as opiniões e gostos dos outros. A minha mãe é exatamente assim.
Hoje fomos fazer as últimas compras de Natal. O espírito natalício já não é o que era e por isso as prendas já não são surpresa e muito menos são colocadas por baixo do pinheiro. Perdeu-se todo esse encanto, o que eu acho uma pena, mas a minha mãe pensa que tanto eu como os meus irmãos já não temos idade para essas coisas. Voltando ao assunto principal, estavamos a fazer as compras e não me agradava nada. Eu admito, sou muito esquisita, levo sempre uma ideia na cabeça daquilo que quero e por isso foco-me em procurar aquilo de que gosto. Nem sempre há aquilo que eu procuro por isso eu opto por simplesmente não trazer nada. Por outro lado, tudo é muito mais fácil com a minha irmã. Ela não é tão exigente e por isso é mais fácil comprar algo para ela.
Até aqui tudo bem. Mas quando a minha mãe se põe a dizer que eu sou uma chata, que nada me agrada, que o que eu quero não deve sequer existir, juro que me passo! Ter de ouvir boquinhas do género "Haja paciência", "Não há quem a ature" é horrível.
Todos temos gostos diferentes. Eu não tenho de ser repriendida só porque não gosto do mesmo tipo de roupa da minha irmã ou da minha mãe. Quer dizer, sou pior filha só por não gostar de determinada peça de roupa? É a minha mãe! Tem de aceitar os meus gostos, tem de me aceitar como sou e não criticar!
Quem fala de roupa, fala de outra coisa qualquer! Por exemplo,  quando eu discordo de algo que ela diz, zanga-se, como se eu não tivesse direito a ter uma opinião diferente e uma visão das coisas diferente.
Isto é mesmo daquelas coisas que me irrita de verdade! 

11 comentários:

  1. Feliz Natal querida :) Como te compreendo, quando vou com uma coisa na cabeça e não a encontro, o resto não me agrada e a minha mãe passa-se, mas tens razão, cada um de nós tem os seus gostos :)

    ResponderEliminar
  2. Deves ser tão chata que a tua mãe prefere ir a pé a Fátima do que te aturar. ahahahahahahah

    ResponderEliminar
  3. r: Sim, é um livro um pouco forte é verdade.
    Eu compreendo-te, é dificil ouvir isso. Feliz Natal :)

    ResponderEliminar
  4. Também não gosto de pessoas assim, à que respeitar cada um!

    ResponderEliminar
  5. É das coisas que mais me irrita também. Nunca percebi o porquê de ser uma coisa do outro mundo termos opiniões diferentes. As pessoas, por vezes, tratam-nos como se a opinião delas fosse a única opinião existente... e todas as outras formas de pensar fossem o fim do mundo.
    Percebo-te...

    ResponderEliminar
  6. r: tudo a ver comigo, não é? Feliz natal , pequena

    ResponderEliminar
  7. aiiii essas pessoas irritam mesmooooo.
    Um dia eu conto o que se passa, feliz Natal para ti também, querida :)

    ResponderEliminar
  8. Como eu te entendo querida! Mas não deixes de ser aquilo que és por estes maus bocados. O máximo que podes tentar fazer é procurar no site das lojas as peças que gostavas de ter, assim quando chegares às compras já sabes onde te dirigir para encontrar aquilo que queres :)

    ResponderEliminar
  9. r: Muito obrigada querida, vamos lá ver ahah

    ResponderEliminar