terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Aqueles dias em que tu sentes que até és importante para alguém...




Sinceramente não sei se deva denominar o dia de hoje como um dia bom.
Na hora de almoço fui para a biblioteca fazer os trabalhos de casa e o Dilan, como também os tinha em atraso foi fazê-los comigo. Começamos a falar sobre o facto de ele ontem não ter aparecido para estudar por ter outros passatempos nos tempos livres. O rumo da conversa voltou-se depois para uma série de verdades e descobertas sobre a vida do Dilan. 
Conclusão: os trabalhos de casa ficaram por fazer, no entanto, foi excelente ver a enorme confiança que o Dilan depositou em mim ao contar-me aquelas coisas. Coisas más. Coisas muito más. Coisas horríveis. Mas coisas que ele partilhou comigo. Coisas que ele me confiou. Coisas que agora nos unem.

5 comentários:

  1. Correndo o risco de me repetir, não sei do que estão vocês à espera para "juntarem os trapinhos". ahahahahah
    A sério, vocês são almas gémeas e, como diz o outro, se haviam de estragar duas casas, estragavam só uma. eheheheheh

    ResponderEliminar
  2. Fico contente que ele tenha dado esse passo contigo :)
    r: Sinceramente já me questionei imensas vezes sobre isso e não obtive resposta, penso nao ter feito nada para que isso nao acontecesse mais, mas é como te digo, não sei!

    ResponderEliminar
  3. Parece que ele confia imenso em ti :)

    ResponderEliminar
  4. Realmente, porque que ainda não "juntaram os trapinhos"?
    Pelo que tens contado cá, a vossa história ainda tem muito para dar :)

    ResponderEliminar
  5. Aos pouco vais percebendo se gostas mesmo ou não dele, enquanto isso, é bom que ele confie em ti

    ResponderEliminar