segunda-feira, 30 de novembro de 2015

"Eu não estou sozinho, tu estás sempre no meu coração."




Aquela frase super fofa ali em cima foi dita pelo Dilan numa conversa que nós tivemos esta tarde.
Ele estava sentado, sozinho, no bar. Eu fui ter com ele, sentei-me ao seu lado. Normalmente esta zona da escola está sempre cheia de gente, mas estranhamente naquele momento só lá estávamos nós.
Como ele estava sozinho, disse para ele ir estudar comigo, com a Mérida e com outra amiga. Ele disse que ia, mas na verdade não apareceu. Preferiu apenas afundar-se ainda mais no precipício que já é a vida dele!

7 comentários:

  1. r: nunca a li sinceramente nem conheço muito bem.
    oooh obrigada por te lembrares de mim :)

    ResponderEliminar
  2. oh, foi querido ele :)
    r: As coisa estão bem, estão normais e eu tenho que tentar ser positiva em relação a isto. A principal razão é que nós temos uma história bastante complicada, ele já me chegou a dizer " Adoro-te como nunca adorei ninguem", mas desde à dois meses mais o menos que ele nunca mais foi capaz de me dizer nada, nem um simples "gosto de ti", quer dizer, ele olha-me nos olhos e sorri, ele canta para mim, ele dá-me a mão, estamos sempre super á vontade um com o outros e essas coisas, mas nunca mais ouvi da boca dele nada do género e isso retrai-me tanto e da-me a volta ao cérebro... é uma história muito complicada!

    ResponderEliminar
  3. Que ele foi fofo, foi :)
    "precipício que já é a vida dele" não sei o que se passa, mas tu deves saber e sabes bem que lhe podes ajudar com isso ;)

    ResponderEliminar
  4. Não sei de que estão vocês à espera para "juntar os trapinhos". xD

    ResponderEliminar