quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O meu "adeus" a 2015...




Termina hoje o ano de 2015. É um ano que me vai deixar muitas boas recordações.
Este ano foi um pouco agri-doce. Por um lado, nunca me senti tão excluída da minha família, não foi sempre mas foram vezes a mais. Por outro lado, nunca me senti tão rodeada de boas pessoas, de bons amigos, como este ano, tenho tanta sorte em ter pessoas tão incríveis na minha vida.
Foi um ano de mudanças, de conquistas, de perdas, de sorrisos e de lágrimas. Mas agora, ao olhar para trás, só consigo fazer uma avaliação positiva deste ano, apesar de tudo, foi um ano bastante bom!
Espero que 2016 se não for melhor pelo menos que seja tão bom como 2015.

Queridos seguidores, espero que tenham uma passagem de ano incrível e que 2016 venha concretizar todos os vossos desejos! 

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Vamos lá falar da Passagem de Ano...




Todos os anos, o último dia do ano é passado com a minha família em casa. Quando eu digo família refiro-me apenas à minha mãe, ao meu pai e aos meus irmãos. É uma noite simples em que ficamos acordados até à meia-noite a comer e a conversar.
A maior parte dos meus colegas este ano vai passar a Passagem de Ano fora de casa com os amigos. Todos eles, à exceção de apenas dois, tem a minha idade, ou seja, 15 anos. E sim, já saem à noite, já bebem, já fumam... 
Sinceramente, acho incrível como é que os pais deles permitem este tipo de coisas. Não é inveja pela liberdade que eles tem, de todo. Por mim eles podem sair à noite sempre que quiserem, só que enerva-me que muitos deles já tenham planeado embebedarem-se e coisas bem piores, claro que os pais nem sonham sequer que isto vai acontecer. A sério, qual é a necessidade? Qual é o problema de passar este dia com os pais, afinal? Pronto, querem passar o dia com os amigos numa festa de final de ano, tudo bem, e passar a noite a dançar em vez de ir para um beco qualquer apanhar uma bebedeira tão grande que acabam por dormir ali no chão.
Uma dessas pessoas é o Dilan. Claro que ainda me afeta mais! Ele é mesmo irritante. Tem noção de que faz mal a si mesmo, no entanto, não deixa de fazer estas porcarias.
Só espero que ele não faça nenhuma estupidez, já que tem 16 anos, pelo menos, que tenha algum juízo...

domingo, 27 de dezembro de 2015

Metas para 2016




Após o Natal, vem a Passagem de Ano. 2016 é o ano que aí vem e eu tenho algumas metas que pretendo cumprir. Vou seguir-me pela publicação idêntica que a Chloe fez no seu blogue.
Aqui estão elas:

Aprendizagem:
- aprender a surfar;
- aprender a cantar melhor;
- aprender a cozinhar;
- aprender a dançar.

Escola:
- melhorar a inglês;
- melhorar a literatura;
- no geral, subir todas as notas;
- aplicar-me um pouco mais.

Divertimento:
- tirar mais fotografias;
- socializar mais;
- aderir às redes sociais.

Pessoal:
- deixar de estalar os dedos;
- deixar de roer as unhas;
- dedicar mais tempo a mim mesma;
- continuar a fazer exercício físico;
trabalhar ainda mais a minha barriga lisa.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Véspera de Natal.




São exatamente 12h17. Na cozinha a minha mãe está a preparar os doces de Natal. Eu e a minha irmã estamos a ver televisão na sala.
A manhã já passou, e pouco aconteceu. Normalmente o ponto alto do Natal, cá em casa, é o jantar da véspera de Natal, e este ano não vai ser diferente. Por isso, esta noite, toda a família vai estar à mesa, os meus pais, os meus padrinhos (avós maternos), o meu tio, os meus irmãos e eu. A mesa cheia de doces, chocolates, bacalhau... Mas acima de tudo muito amor e união!
Espero que vocês, queridos seguidores, tenham uma véspera de Natal excelente! Espero que todos vocês recebam muitas prendinhas, comam muito e aproveitem bem o tempo em família.

Feliz Natal!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Fico de cabelos em pé!!




Juro que se há coisa que me irrita é o facto das outras pessoas não respeitarem as opiniões e gostos dos outros. A minha mãe é exatamente assim.
Hoje fomos fazer as últimas compras de Natal. O espírito natalício já não é o que era e por isso as prendas já não são surpresa e muito menos são colocadas por baixo do pinheiro. Perdeu-se todo esse encanto, o que eu acho uma pena, mas a minha mãe pensa que tanto eu como os meus irmãos já não temos idade para essas coisas. Voltando ao assunto principal, estavamos a fazer as compras e não me agradava nada. Eu admito, sou muito esquisita, levo sempre uma ideia na cabeça daquilo que quero e por isso foco-me em procurar aquilo de que gosto. Nem sempre há aquilo que eu procuro por isso eu opto por simplesmente não trazer nada. Por outro lado, tudo é muito mais fácil com a minha irmã. Ela não é tão exigente e por isso é mais fácil comprar algo para ela.
Até aqui tudo bem. Mas quando a minha mãe se põe a dizer que eu sou uma chata, que nada me agrada, que o que eu quero não deve sequer existir, juro que me passo! Ter de ouvir boquinhas do género "Haja paciência", "Não há quem a ature" é horrível.
Todos temos gostos diferentes. Eu não tenho de ser repriendida só porque não gosto do mesmo tipo de roupa da minha irmã ou da minha mãe. Quer dizer, sou pior filha só por não gostar de determinada peça de roupa? É a minha mãe! Tem de aceitar os meus gostos, tem de me aceitar como sou e não criticar!
Quem fala de roupa, fala de outra coisa qualquer! Por exemplo,  quando eu discordo de algo que ela diz, zanga-se, como se eu não tivesse direito a ter uma opinião diferente e uma visão das coisas diferente.
Isto é mesmo daquelas coisas que me irrita de verdade! 

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

A falta de inspiração reina por estes lados...




A minha inspiração anda muito fraquinha, daí esta publicação não se tratar do desenrolar de nenhum episósio da minha vida, mas sim de um pedido.
Então é assim: visto que eu tenho de ler um livro para, no ínicio das aulas, apresentar à turma, queria aproveitar para lê-lo durante as férias. Como não tenho ideia de que livro escolher, agradecia que vocês contribuissem com sugestões nos comentários.
Pode ser? Obrigada.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Finalmenteee!




Férias! Sim! Boa! Excelente! Perfeito!
Estava mesmo a precisar das férias. Preciso de uma pausa de certas pessoas, de um tempo para refletir sobre imensas coisas e de um bocadinho de paz. 

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

sábado, 12 de dezembro de 2015

(É que eu nem sou de dizer asneiras!) A merda toda é que eu gosto dele!




O Dilan é deprimente. Ele e os seus vícios são deprimentes.
Isso, continua a fazer figuras tristes, visto que é o que fazes melhor. 
A sério, não ligues a quem te quer bem, de que vale dar atenção a lições de moral, queres lá saber.
Quem vai deixar de querer saber de ti vou ser eu, já esteve mais longe de acontecer, acredita! 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

12h do meu dia são passadas a sentir-me tal e qual uma aberração e as outras 12h só não o são porque estou a dormir...




Claro que isto tem a ver com o Dilan. Tinha de ter a ver com o Dilan.
Fiz uma pequena e insignificante referência aqui, à Freyla, uma das minhas melhores amigas. Pois bem, o Dilan começou a reparar nela e agora está sempre agarrado a ela.
Isso nem me incomoda muito. Ok, incomoda, sobretudo porque a única razão pela qual o Dilan se interessa por ela é porque ela tem um rabo enorme e ele ultimamente está sempre a babar-se para cima dela.
Eu fico a sentir-me precisamente uma aberração, porque na nossa idade não interessa se és simpática ou nem por isso. O que interessa é se tens um rabo e umas mamas grandes.
No ínicio senti-me especial para o Dilan. Senti-me importante porque ele me dava valor e gostava de mim tal como eu era. Devia ter percebido logo que só me estava a iludir...
Não sou suficiente para ele.
O que mais me irrita é que provavelmente ninguém gosta mais do Dilan do que eu. As outras pessoas gostam do exterior dele, porque ele é lindo e essa é a única coisa que importa. Mas eu não, eu, apesar de todos os defeitos, apesar de toda a porcaria que o Dilan faz, eu faço um esforço para gostar do Dilan, faço um esforço para não deixar de lutar pela boa pessoa que ele é.
Mas pronto, falta-me o mais importante, uma aparência e um corpo decente...

domingo, 6 de dezembro de 2015

Obrigada por te certificares de me dizer todos os dias como sou horrível!




Se há pessoa que consegue magoar-me de verdade é a minha irmã! Falei aqui, ou seja, numa das minhas primeiras publicações do facto de sentir que ambos os meus irmãos tem inveja de mim.
Agora, a minha irmã tem a necessidade de me criticar acerca de tudo. Ou critica o meu cabelo, ou critica a minha roupa, ou critica algo que eu digo ou faço. Tudo. Critica tudo.
É óbvio que isso me deixa mal. Ser criticada pelas outras pessoas já é mau, ser criticada pela minha irmã, que é suposto apoiar-me, ainda pior...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ou isso, ou ainda esgano alguém!




Que as férias venham depressa! Estou farta desta gente! Dos professores, dos funcionários, dos colegas! Farta, farta, farta!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

"Eu gosto daquela feia"




Quando um teste de Literatura corre super, super, super, super (infinitos super) mal e sabes que ao chegar a casa ainda tens de estudar para o teste de GeografiaA que tens no dia seguinte, o melhor mesmo é ler os comentários do blogue, claro!
Entra uma pessoa no blogue, abre a última publicação, lê o primeiro comentário e... pimba! Fica logo bem-disposta porque:
1°- O comentário é do Sr. Espertinho e os comentários do Sr. Espertinho são sempre hilariantes.
2°- O conteúdo do comentário obriga-te a uma resposta que tem de ser comunicada ao mundo!
(Podem ler o comentário do esperto que nem um alho, aqui)

Eu e o Dilan não estamos juntos por imensas razões. Ele não está apaixonado por mim e eu não estou apaixonada por ele. Sim, eu sei que provavelmente até estou a desenvolver um sentimento mais forte por ele, mas não vamos falar sobre isso. Temos uma excelente amizade, eu gosto muito dele, ele gosta de mim, mas é só uma bonita amizade. Depois também existe aquela rapariga de quem falei aqui e aqui, que simplesmente não saí de cima dele. A última e acho que a mais importante de todas as razões é que ele é lindo (mesmo lindo, juro!) e eu sou... Não faço o género dele, porque ele gosta de raparigas giras e não de raparigas como eu.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Aqueles dias em que tu sentes que até és importante para alguém...




Sinceramente não sei se deva denominar o dia de hoje como um dia bom.
Na hora de almoço fui para a biblioteca fazer os trabalhos de casa e o Dilan, como também os tinha em atraso foi fazê-los comigo. Começamos a falar sobre o facto de ele ontem não ter aparecido para estudar por ter outros passatempos nos tempos livres. O rumo da conversa voltou-se depois para uma série de verdades e descobertas sobre a vida do Dilan. 
Conclusão: os trabalhos de casa ficaram por fazer, no entanto, foi excelente ver a enorme confiança que o Dilan depositou em mim ao contar-me aquelas coisas. Coisas más. Coisas muito más. Coisas horríveis. Mas coisas que ele partilhou comigo. Coisas que ele me confiou. Coisas que agora nos unem.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

"Eu não estou sozinho, tu estás sempre no meu coração."




Aquela frase super fofa ali em cima foi dita pelo Dilan numa conversa que nós tivemos esta tarde.
Ele estava sentado, sozinho, no bar. Eu fui ter com ele, sentei-me ao seu lado. Normalmente esta zona da escola está sempre cheia de gente, mas estranhamente naquele momento só lá estávamos nós.
Como ele estava sozinho, disse para ele ir estudar comigo, com a Mérida e com outra amiga. Ele disse que ia, mas na verdade não apareceu. Preferiu apenas afundar-se ainda mais no precipício que já é a vida dele!

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

A parte positiva é que já falta pouco para ir de férias!




Esta semana está a ser de loucos! De novo agarrada aos livros e sem tempo para mais nada a não ser estudar!

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Há gente rídicula, mas tanto? Nunca pensei!




Isto não devia incomodar-me mas incomoda!
É que chega a ser perturbador!
Estava na aula de HistóriaA e o Dilan virou-se para trás para perguntar uma coisa à Mérida, que está sentada ao meu lado, e a tal moça nossa colega que se anda  a atirar a ele mesmo com namorado, está sentada com ele na mesa. Pois bem, ela vira-se para trás também, dá-lhe uma espécie de chapada de forma a fazê-lo virar-se para a frente. Bastou-me olhar para a Mérida para ela perceber o significado do meu olhar. Ela agora manda nele é?
Já não é a primeira, nem a segunda vez, sempre que o Dilan se vira para trás para falar comigo, ou para se meter comigo, ela "obriga-o" a virar-se para a frente como se tivesse esse poder sobre ele!
É mesmo deprimente! 

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Eu sei que agora não falo de outra coisa, mas façam um esforço para me aturar...




O Dilan tem uma amizade muito boa com uma rapariga da turma. Tudo bem. Essa rapariga tem namorado. Tudo bem. Essa rapariga anda a atirar-se ao Dilan à força toda. Tudo mal. O namorado dela é super amigo do Dilan e não sonha sequer com o que se anda a passar. Tudo mal.  
Acho horrível o que ela anda a fazer, é que o namorado dela gosta mesmo, mesmo muito dela e ela anda, literalmente, a esfregar-se no Dilan. E o Dilan feito parvalhão vai na onda dela...  
Esta gente mete nojo!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Pura falta de organização!




Tenho imensa dificuldade em gerir o meu tempo. Na maior parte das vezes chego atrasada a encontros ou arranjo-me sempre à última da hora.
Este meu defeito é um problema em quase tudo! Nos testes: sou sempre a última a entregar, e fico quase sempre no intervalo a terminar o teste porque o tempo nunca é suficiente; Nas saídas: seja para ir para a escola ou para alguma saída à noite com a família, já estão todos no carro e eu ainda a pentear-me, e no caso da escola já o meus irmãos estão na paragem e eu ainda só estou a sair de casa.
Eu sei que tenho mesmo de mudar isto! Ainda ontem fiquei até às tantas a fazer um trabalho, quando podia muito bem tê-lo feito no sábado (também tive que ajudar o Dilan a fazer, mas isso não é importante!), sei que isto só me prejudica mas é um aspeto difícil de mudar!

sábado, 14 de novembro de 2015

Vou sempre gostar dele...




Eu e o George já não falavamos há imenso tempo e foi bom voltar a rir com ele, voltar a ver aquele sorriso de que tanto gosto...
Mas acima de tudo foi bom estar com ele, e aperceber-me de que já não sinto nada por ele a não ser uma grande admiração pelo rapaz fantástico que ele é!

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Isto anda difícil...




A minha vida anda uma grande porcaria. Estudo tanto, empenho-me tanto e as minhas notas nunca refletem todo o meu esforço, o que é incrivelmente frustrante!
Para além disso, ando a descobrir uns podres sobre o Dilan, coisas horríveis, coisas que só me desiludem!

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Aqui a Mellia vai passar de espeto para baleia...




Os meus hábitos alimentares andam uma porcaria!
Ao chegar a casa, a primeira coisa que faço é pegar num pacote de batatas fritas... E andou uma pesssoa no Verão a fazer exercício para isto...

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Eu vivo, literalmente, para a escola!




Tal como eu previa, a nota do teste de Inglês que falei aqui foi um nojo, 11,7, é para chorar de desilusão, mas a culpa também é minha... Enfim, agora estou focada em Filosofia, que é só a pior disciplina alguma vez inventada, desejem-me sorte...


P.S. Eu não sei porquê, mas nunca consigo comentar o blogue da Megan, mas eu acompanho o que ela escreve e sei que ela faz anos hoje, por isso, PARABÉNS MEGAN!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Trocam-me as voltas todas...




O teste de GeografiaA que eu deveria ter tido ontem foi adiado para daqui a mais de uma semana e eu respiro de alívo porque são 45 páginas para estudar eu ainda não estava totalmente preparada...
Amanhã tenho mais uma ficha de HistóriaA e tenho mesmo de estudar porque neste momento sou a melhor da turma nesta disciplina (melhor nota da turma na primeira ficha e no teste - nota: 20 e 17 respetivamnete) e não quero descambar! 

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Eu sou uma grande estúpida!




Tive o fim de semana inteiro para estudar para a porcaria do teste, mas deixei sempre para mais logo. 
O meu sábado foi super preenchido, mas mesmo quando tinha tempo para estudar simplesmente não me apetecia.
No domingo ainda estudei qualquer coisa, mas como é óbvio não o suficiente, para quem é uma bosta a Inglês!
Concluindo, vou tirar uma nota muito baixa porque o teste correu-me super, super mal!
Mas acreditem, aprendi a lição! Tenho teste de GeografiaA na quinta-feira e já começei a estudar para que não acontecer como no de Inglês...

sábado, 24 de outubro de 2015

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Já disse que o Dilan fica incrivelmente sexy de óculos?




O teste não correu como eu queria mas correu bem. Obrigada pelo apoio.

Depois do teste eu fui almoçar com a Mérida (a amiga que estudou comigo e com o Dilan aqui) e o Dilan foi sentar-se connosco.
Eu- Hey.
Dilan- Olá.
Eu- Tudo bem?
Dilan- Não.
Eu- Porquê?
Dilan- Porque não te tenho a ti.
**
Dilan- Tu és parecida com a minha tia.
Eu- Isso é bom ou é mau?
Dilan- *riu-se*
*
Dilan- Não, és parecida com a minha prima.
Eu- Então não era com a tua tia? Mas isso é bom ou é mau?
Dilan- *ri-se*
Eu- Gostas da tua prima, certo?
Dilan- Sim.
Eu- Pronto então é bom.
Dilan- Amo-a.

Que é que é suposto eu fazer, dizem-me?

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Agora que "provei" o "gostinho" de um 20 não quero outra coisa...




A escola tem-me deixado completamente exausta, mas ver o meu esforço recompensado é gratificante!


P.S. Fiz uma pausa nos estudos para fazer esta publicação. Amanhã tenho teste de HistóriaA, desejem-me sorte.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Eu tenho medo é que ela ainda me espete uma lambada nas "trombas"!




Hoje à tarde eu estava a falar com o Dilan e a namorada dele chegou, espetou-lhe um beijo e sentou-se connosco. Como é óbvio ele deixou de me dar atenção e dedicou-se a ela. 
Quando chegamos a casa a minha irmã disse que quando a namorada do Dilan me viu com ele olhou-me cá de uma maneira! Eu não sou propriamente amiga dela, mas já andamos juntas no volei e embora um pouco convencida, sempre a achei boa pessoa.
Eu tenho gostado muito de conhecer o Dilan mas eu não quero problemas para o meu lado! No que eu me vou meter...

terça-feira, 20 de outubro de 2015

A pior coisa do último século...




Estar a estudar com uma amiga e com o Dilan (o rapaz novo de quem falei aqui) e a namorada dele estar lá, quase que a vigiar-nos!


P.S. Descobri uma coisa que nós temos em comum, uma coisa que nos torna almas-gémeas: ambos não sabiamos escrever "procissão".

sábado, 17 de outubro de 2015

É exatamente como dizem, as verdades custam a ouvir!




É óbvio que a Mellia é uma cabra por dizer na cara o que os outros só tem coragem de dizer nas costas...

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

É que até o título está complicado de decidir.




Queria contar-vos uma coisa, (e isto vai parecer estúpido) mas não consigo. Já escrevi duas vezes uma publicação sobre um rapaz novo na minha turma, mas nenhum dos textos expressa o que eu quero dizer. Quero dizer que ele me chama Donzela e que eu adoro que ele o faça. E quero dizer que não, não estou a ficar apaixonada por ele, mas que qualquer coisa nele me atraí. E quero dizer que ele tem um sorriso e uns olhos bonitos, e que não consigo manter uma conversa com ele durante mais de 30 segundos sem ficar toda corada. E quero dizer que ele me deixa nervosa e eu não sei explicar porquê!  

terça-feira, 13 de outubro de 2015

"Ter saudades tuas já se tornou uma rotina"




É horrível quando estou na escola, parece que ouço a voz do George e quando olho para trás ele nunca lá está.
É horrível quando estou no autocarro, parece que vejo a cara do George e quando olho para trás ele nunca lá está.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Obrigada por gostares de mim... Por gostares de mim, de verdade...




Ron: Nunca conheci ninguém como tu. Tu és mesmo especial...
Eu: Não digas essas coisas, porque eu fico sempre sem saber o que dizer...
Ron: Não precisas de dizer nada, basta-me ver o teu sorriso...

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Daquelas coisas que podiam acontecer aos outros mas acontecem-me a mim...





No sábado fui ao supermercado com a minha mãe. Estava eu a pegar nuns sumos para o meu irmão, quando um senhor espanhol me pergunta: "Tu trabalhas aqui?" (leiam com pronúncia espanhola) e eu, com a minha voz mais rouca e mistelosa respondi "Não". Podia ter sido a primeira vez que isto que me acontecia mas não. Já à algum tempo atrás estava na loja dos chineses e uma senhora velhota perguntou: "Pode dizer-me onde estão as..." (qualquer coisa que eu não me lembro) e eu disse "Desculpe, mas não trabalho aqui" e a senhora ainda disse "Aí desculpe, confundi-a com a outra menina".
Conclusão a que chego: qual jornalista qual quê, eu tenho é cara de quem vai ter uma loja!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Lenços de papel: obrigada por tomarem conta de mim.




Estou cheia de dores garganta, andei a semana toda praticamente afónica. O meu nariz está pior que o do Rodolfo. Estou sempre a espirrar e a tossir. Ontem cheguei a casa cheia de dores de cabeça.
Estou com uma constipação dos diabos!

P.S. Obrigada por me fazeres o favor de voltar querida internet da escola, as minhas leitoras/seguidoras agradecem.

domingo, 27 de setembro de 2015

Sem tempo para nada!




Não tenho tido tempo absolutamente nenhum para cá vir. O meu horário é do pior, só tenho duas tardes livres e para além disso a internet da minha escola está com algum problema, o que não ajuda nada porque assim tenho mais dificuldade em fazer publicações durante a semana, aliás nem para procurar imagens para as publicações tenho tempo.
E por falar em semana, o meu balanço final, destes primeiros dias de aulas acabou por ser minimamente positivo. Continuo a não gostar de nenhum professor, mas tenho tentado aproximar-me dos novos alunos da turma e no geral dou-me bem com todos, o mais irritante é mesmo ter aulas com a outra turma, mas cá me vou ter que aguentar...

terça-feira, 22 de setembro de 2015

É que ontem foi só o primeiro dia e eu já estou a ver o filme todo!




Conclusões do meu primeiro dia de aulas:
- Não gosto da turma;
- Não gosto dos professores;
- As disciplinas e as matérias é o que se salva.

O facto de sermos 33 alunos na maior parte das disciplinas é irritante, é imensa confusão. Mudaram quase todos os professores e nenhum me cativa. E porque nem tudo pode ser mau, estou com esperanças de que me vou desenrascar bem em todas as disciplinas.
Sem dúvida que o que me está a afetar mais é o facto de o George não se passear por estes corredores como nos outros anos. É algo a que me tenho de habituar...

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Acho que a minha vida vai resumir-se a ter saudades tuas...


 

Não sei porquê, mas nunca tinha referido este promenor, o George tem mais três anos do que eu. Este ano vai para a faculdade (aliás, entrou na universidade para a qual eu quero ir) e as aulas dele já começaram. Tem sido muito difícil para mim habituar-me à ausência dele, só consigo pensar nele e em como quero que as férias cheguem só para voltar a vê-lo...

domingo, 13 de setembro de 2015

É melhor para todos, agora ainda mais...




Depois de muito pensar, cheguei à conclusão que é mesmo melhor esquecer o George.
Ele é a melhor pessoa que eu conheço, acho que nunca vai deixar de o ser, rapazes como ele são raros, mas neste momento a única coisa que nos une é uma amizade e eu quero concentrar-me nisso para não sofrer mais.

George, és o rapaz mais especial que eu conheci. Sempre te admirei por seres o rapaz mais fantástico que existe. Humilde. Simpático. Prestável. Carinhoso. Vais ter sempre e para sempre um lugar especial no meu coração. Espero mesmo que nunca deixes de ser quem és, porque o mundo pode não precisar, mas eu preciso. Preciso que continues a ser o rapaz que põe um sorriso na cara de todos os que estão à tua volta.
És espetacular!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

De coração partido...

 
 
Tudo o que se passoou nos últimos dias com o George deixou-me mesmo de rastos!

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Estou na merda!




Nestes últimos quatro dias houve festa na minha terra e não podia ter sido pior do que foi!

Dia 5 - Só houve festa à noite. Não foi nada de especial, sentei-me com a minha irmã e com uma amiga num muro e estivemos quase sempre lá.

Dia 6 - Da parte de tarde houve comida de borla e umas animações. Estive na mesma companhia que no dia anterior e com uma colegas da escola que são mais amigas da minha irmã que outra coisa, por isso a minha atenção focou-se mais no George, até trocamos alguns olhares mas depois ele foi ter com um amigo. Durante a noite estivemos sentadas no muro mas já nós divertimos mais a cantar com o grupo de música que animou a noite. Mas a diversão acabou quando o George decidiu engatar uma rapariga mesmo à minha frente. Eu não tirava os olhos deles e o George também não parava de olhar para mim, como se estivesse a verificar que eu estava a assistir a tudo! Quando me cansei daquilo fui até ao bar com a Freyla e lá ficamos até eu vir embora. E foi precisamente quando me vinha embora que vi o George e a tal rapariga atrás da igreja a conversar. Nessa noite quando cheguei a casa só chorei.

Dia 7 - Fui à missa, depois à procissão de velas e no final houve grande arraial pela noite fora com um artista popular muito famoso. Tentei divertir-me e até estava tudo bem quando o George começou a passar múltiplas vezes a ir buscar caipirinhas e cervejas. Pronto ele quer divertir-se que se divirta mas era escusado sempre que passava fazer manguitos para os rapazes que estavam comigo, eram só o meu irmão e um amigo dele, mas o George estava a ser um grande estúpido! Fui embora um pouco depois da meia-noite.

Dia 8 - Houve missa de manhã e eu fui de vestidinho, qual não é o meu espanto quando uma mulher tem um vestido igual ao meu, sim é verdade. Mas pronto, constrangimentos à parte, eu e o George trocámos alguns olhares até ele descobrir que havia uma rapariga mais gira do que eu e não tirar os olhos dela. Depois à tarde houve procissão e a festa para mim acabou por ali porque vim embora.

Quatro dias de merda, só deu para me desiludir em relação ao George e me sentir como uma estúpida a toda a hora!

sábado, 5 de setembro de 2015

É isso, vou começar a andar de burca!




Eu falei aqui daquela situação do restaurante, pois bem ia eu ontem na rua (sim saí de casa, pasmem-se!) quando passa um camião daqueles dos homens das obras e o condutor acena-me e diz "Olá miúda". Não, eu não ia com um daqueles calções a mostrar o rabo todo. Não, eu não ia com uma camisola com um decote do tamanho do buraco de ozono.
Eu não conhecia o homem de lado nenhum e a minha reação foi virar-me para trás e fazer a cara mais estúpida de sempre e dizer "Wtf?".
Das duas uma: ou eu sou toda boazona e tenho os espelhos de casa com algum defeito porque não é bem isso que eles transparecem, ou estes homens do norte estão todos a precisar urgentemente de uma consulta no oftalmologista!

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Estão a ver o fundo de um poço? Sinto que é lá que eu estou!




Eu não sei explicar muito bem, ando cansada, deprimida, irritada. Sinto que não pertenço a lado nenhum. Passo os meus dias todos em casa, porque não tenho amigas nem amigos que queiram estar comigo. Sinto-me mesmo, mesmo vazia! A minha vida é super monótona e parece não fazer sentido nenhum.
É como se ninguém se preocupe comigo, ninguém queira saber de mim, ninguém se importe com a minha felicidade e bem-estar, nem mesmo eu própria...

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Uma semana com o aparelhito...




Já tenho o aparelho fixo para os dentes à uma semana. Para ser sincera, todos aqueles receios foram super parvos, estou a dar-me lindamente com ele. Quase nunca tive dores, só no segundo dia, e comi sempre comida normal.
Gosto bastante de me ver de aparelho, até fico bastante bem, aliás, até agora só houve críticas positivas ao meu novo aspeto!
Agora só falta por o aparelho nos dentes de baixo, mas isso é só no fim do mês, e se tudo correr bem vai ser fácil de me habituar...